• Português

Kenneth Jones (1918 - 2012)

MEMORIAL

 

(Veja mais informações sobre este irmão clicando aqui)

De Ozeias Mauricio, Central Carapina, Serra-ES: Amados irmãos, eu também fui muito enriquecido com os cursos bíblicos da EBC. Não conheci o amado irmão Kenneth pessoalmente, mas tive o privilégio de estudar a Palavra através do seu ministério literário. Tenho em meu escritório todos os cursos que fiz, pois quando senti o chamado de Deus para a obra missionária, comecei a estudar as Escrituras de forma sistemática fazendo uma boa quantidade de cursos escritos por este amado irmão. Ele serviu ao Senhor e por isso louvamos o Seu nome pela sua vida. Minha família e a igreja local estarão ORANDO pela sua esposa e seus demais familiares. Em Cristo Jesus (1.11.2012)

De Severo Miguel de Oliveira, Paranavaí-PR: Ao ler o relato da Denise 00000e em seguida do Jaime Jardine sobre a trajetória e serviço do irmão Kenneth, me lembrei das palavras, quase que as últimas, do apóstolo Paulo a Timóteo: “Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda” (2Tm. 4:7-8). Acredito que tais palavras podem ser aplicadas a este amado irmão e servo do Senhor Jesus, restando-lhe agora o dia do tribunal de Cristo em que ele, juntamente com outros milhares, receberá a coroa da justiça. (30.10.2012).

De Elias Dantas, Porto de Santana, Cariacica-ES : Num certo dia, lá pelo início da década de 1930 no País de Gales, um professor da classe de jovens da escola dominical, depois de haver pregado o Evangelho, apresentou uma sugestão no mínimo curiosa, mas ao mesmo tempo muito corajosa; ele sugeriu que no próximo domingo a classe seria dividida da seguinte maneira: “Os meninos salvos sentarão à minha direita e os perdidos à minha esquerda”. Essa estratégia do professor causou grande inquietação durante a semana em toda a classe, mas especialmente em um moçinho chamado Kenneth Jones. Inquietação tamanha que o levou a aceitar a salvação em Cristo e de imediato procurou o professor que era seu próprio pai e lhe disse: “Eu não quero ficar do lado dos perdidos!”. Assim começou a história desse brilhante servo de Deus. História que, diga-se de passagem, foi parcialmente relatada abaixo com muita riqueza e precisão por Denise e Jaime Jardine. O depoimento acima é parte de um relato de experiências que tive o privilégio de ouvir dele mesmo no acampamento em Conceição de Carangola em 1990. O ministério de Kenneth Jones muito nos abençoou e certamente continuará através de sua farta obra literária. A nós brasileiros cabe apenas a oração de agradecimento: “Obrigado Senhor pela vida de Kenneth Jones”. Para ele certamente está se cumprindo as palavras do nosso amado salvador: ”Muito bem, servo bom e fiel; ... entra no gozo do teu Senhor” (Mateus 25:21).(30.10.2012).

De Jorge Luiz, Niterói-RJ.: "Eis-me aqui Senhor!" Este foi o tema dos estudos ministrados pelo querido Sr. Kenneth no Acampamento de janeiro de 1976, em Conceição do Carangola. Até hoje estas palavras ecoam em minha mente e coração. Eu e Du derramamos nossas lágrimas de saudade e também de alegria por podemos trazer, individualmente e como casal, as marcas que ele imprimiu em nós. Marcas impressas em toda uma geração que teve privilégio ter sido abençoada por sua presença no solo tupiniquim que ele tanto amava. Lembro nesta hora da canção do grupo Logos: "Iguais a eles são bem poucos hoje em dia; Que andam realmente perto do Senhor; Que, já libertos de seus vícios e pecados, vivem como perdoados Propagando a salvação; São tais pessoas que são Fortes, sendo fracas; E, por isso, deixam marcas para outros como eu..." Deus o chamou! E, como era de se esperar ele respondeu (acredito que em português) como naquele longínquo janeiro de 1976: Eis-me aqui Senhor!(29.10.2012).

De David & Maria Furtado, Curitiba-PR.: Quanto a nós aqui em Curitiba e a igreja utilizamos muitos cursos Escola Bíblica Carangola, na escola dominical e no discipulado individual. Reconhecemos o trabalho feito em tempo que foi aconselhado a se aposentar, mas hoje descansa na presença do Senhor Jesus. Devo dizer que em Conceição do Carangola aprendi muito e fui edificado por intermédio do inesquecível Kenneth Jones. Devemos continuar a ORAR por sua mui digna esposa Millie. (29.10.2012)

De Jaime Jardine, Uberlândia-MG: Fiquei muito triste hoje de manhã ao ouvir da chamada à glória de Kenneth Jones que muitas vezes pregou na conferência anual do Junco. Este artigo mostra o porquê ele não pregou lá nos últimos vinte anos e como na velhice Deus lhe deu outro serviço. No princípio de julho de 1982, Kenneth e Dorothy Jones faziam preparativos para viajar ao Junco (MG), a fim de pregar nas Conferências que ali seriam realizadas. Mas, ao invés de seguirem viagem, Kenneth foi hospitalizado com trombose na perna esquerda. Ao sair do hospital o médico o proibiu de viajar e como estava na idade de se aposentar o aconselhou que encerrasse as suas atividades missionárias. Porém, quando uma porta se fecha outra se abre. Durante a sua convalescença em Conceição de Carangola, Kenneth sentiu a necessidade de escrever estudos para a mocidade e, sem divulgar o seu plano, começou a escrever. Em julho de 1983 um casal de missionários de Angola enviou a ele uma oferta para a impressão de literatura cristã na língua portuguesa. Foi a confirmação que esperava, pois somente Deus sabia do seu plano. Em janeiro de 1984 o primeiro estudo - "A Chave do Livro de Gênesis" - saiu do prelo, seguido por "O Ser Humano e Seu Destino", de autoria de Ronaldo Watterson. Alguns exemplares foram enviados aos missionários em Angola e Zimbábue. Eles responderam que precisavam dos estudos com provas para serem respondidas pelos alunos nos moldes dos cursos da Emaús. Desta forma começaram os cursos bíblicos com provas incluídas. Nos anos de 1985 a 1988 foram impressos cerca de 41.000 cursos no Brasil e 8.000 em Portugal. A maior quantidade foi enviada para Angola e Moçambique, países muito pobres onde o Evangelho agora está fazendo progresso, mas os crentes têm pouca instrução bíblica por falta de ensinadores. Os nossos cursos bíblicos ajudaram a suprir essa falta. Devido ao grande aumento da tarifa postal no Brasil para o envio de grandes quantidades de cursos para o exterior, em 1988 a Escola Bíblica em Carangola começou a imprimir em Portugal, e de 1994 a 1995 foram impressos 35.000 cursos na Inglaterra para serem remetidos em "containers" para Angola e Moçambique. Atualmente, os missionários em Angola já imprimem os cursos em Luanda e Sauvimo. Em 1992 o irmão W. Holden, que há anos trabalhou em um banco inglês em Fortaleza, e como chefe de escritório da Nestlé em Três Lagoas, passou três meses em Carangola colaborando na preparação dos cursos. De volta para a Inglaterra ele já traduziu 28 cursos para o inglês para que pudessem ser traduzidos para outras línguas, tais como: russa, búlgara, romena e albanesa. Os cursos da Escola Bíblica em Carangola já foram impressos em dez países e seis línguas. (29.10.2012)

De Timóteo Monteiro Guimarães, Guarapuava-PR. O presbítero da igreja no bairro do Triângulo, em Carangola-MG, irmão Celcino do Carmo, me disse que nunca tinha visto o irmão Kennedy chorar tanto quando esteve em sua casa se despedindo para ir de volta ao seu país. Fica em nossos corações saudades de um irmão que muito amou a obra do Senhor em nossa pátria. (29.10.2012).

De Hermenegildo Pinto, Angola, África: Aqui em Angola, tão longe, mesmo sem conhecer o irmão Kenneth Jones, bebemos das águas que fluíram de seus rios. Os muitos livros por ele escritos me alimentaram e me fizeram crescer bem nos primórdios da minha caminhada com Deus. Louvo a Deus pela vida do Seu grande servo. ORAREMOS pela família enlutada. (29.10.2012)

De Samuel Poubel, Itaperuna-RJ: Que alegria quando pude desfrutar ao lado desse querido irmão. Irá deixar saudades. Samuel Poubel, Itaperuna-RJ. (29.10.12).

De Denise Reder Watson, Foz do Iguaçu-PR.: Sim, louvamos a Deus pela vida do irmão Kenneth que, depois de seis semanas no hospital, D. Millie disse que ele estava em paz para partir e estar com o Senhor na glória. Lembro-me das histórias do meu pai, que quando jovem, aos 22 anos, foi para a única casa de oração que existia na época em Vitória-ES, na Av. Santo Antônio, e foi batizado pelo irmão Kenneth Jones. Mais tarde, o Sr. Kenneth construiu a casa de oração em Itararé e depois de se casar com a querida irmã Dorothy, em início do ano 1963 na Inglaterra, vieram morar em São Torquato. Como meus pais foram morar em Campo Grande em 1966, ele criou um ponto de reunião na casa deles e depois nasceu a casa de oração em Vera Cruz. Anos mais tarde se mudaram para Conceição do Carangola, fundaram o Acampamento Bíblico em Conceição, onde frequentei regularmente os ministérios ali realizados. Estávamos sempre em contato. Em 1987 eles me levaram por seis meses à Inglaterra, para aprender falar a língua inglesa. Motivaram e me encorajaram a viver para o Senhor e a Sua obra. Muito fizeram, o Senhor os recompensará! Aqui fica o nosso tributo pela vida deste obreiro. Deus seja louvado! Abraços fraternos, (28.10.2012).

De Paulo Favaris, Piracicaba-SP: Deus seja louvado e engrandecido por vidas como a do nosso irmão Kenneth Jones. Quase toda a sua vida foi dedicada à obra do Senhor (28.10.2012).

autor: José Carlos Jacintho de Campos.