• Português

A História da Criação (5)

Da versão original Creation´s Story
Publicada pela John Ritchie Ltd., Escócia
Versão em português autorizada pela Editora A Verdade
www.editoraverdade.com.br

 

CAPÍTULO 5

SUSTENTADOS PELA PALAVRA DO SEU PODER

Ao nosso redor, para onde quer que olhemos, podemos ver padrões regulares e sistemas que estão sob controle. O homem no seu pecado e na sua obstinação muitas vezes fica fora do controle, mas não o mundo natural, pois este está submetido às leis do Senhor. A noite segue ao dia, o verão vem depois da primavera, a lua segue as suas fases, os planetas próximos e as constelações mais distantes no céu noturno seguem padrões que são reconhecíveis ano após ano. As horas do nascer e do pôr do sol são tão regulares que podem ser calculadas com anos de antecedência, assim como o subir e descer das marés, acuradas em razão de segundos. Isto tem como base a constância da órbita anual da Terra ao redor do Sol, a sua rotação diária no seu próprio eixo e, em relação às marés, ao ciclo lunar mensal - tudo isso estabelecido pelo seu Criador.

É também assim com o mundo vivo. Olhe para os pássaros. Nos países do Norte, as andorinhas e outras aves migrantes de verão chegam na hora certa, vindas de milhares de quilômetros de distância, fazem os seus ninhos no mesmo lugar que no ano anterior, ficam por alguns meses para cuidar dos filhotes e depois partem outra vez no fim do outono. Nos jardins e nos campos, brotos verdejantes rompem pela terra despida e belos botões aparecem no tempo esperado, antes de produzirem o seu fruto e morrerem. Nos grandes rios, salmões dos oceanos nadam contra a correnteza e saltam por cima de grandes cachoeiras, para porem os seus ovos no mesmo leito de rio onde começaram a sua vida anos antes. Nos nossos corpos, os ciclos de circulação do sangue, respiração e digestão dos alimentos são tão regulares e triviais que nem sequer paramos para pensar sobre eles (até algum deles der problema!) enquanto funções especiais, como ter filhos, são tão programadas que a data de nascimento pode ser preparada com extrema antecedência. Isto tudo é muito maravilhoso.

Leis Naturais

Aqueles que estudaram quaisquer dessas matérias irão dizer que seguem leis muito conhecidas que têm sido descobertas ao longo de muitos anos de observação e medições. É óbvio que tudo não se encontra num estado de caos. Obedece-se a certos princípios, os quais os cientistas chamaram de leis naturais. Para o cristão, a existência dessas leis naturais não é surpresa alguma. Elas originaram da sabedoria do Deus Todo-Poderoso que tem por marca a organização e a beleza em tudo o que Ele faz e que faz tudo de acordo com a Sua própria vontade. Toda a criação de Deus está sustentada pela palavra do Seu poder (Hebreus 1:3). A Sua palavra não é simplesmente uma lei a qual se obedece. Ele pessoalmente tem tudo no Seu controle. O universo não é governado pela ciência, é governado por Deus.

A ciência oferece descrições e explicações para esses processos naturais. Por vezes essas explicações e as suas leis são dadas em termos de matemática complexa e elegante. Até tem sido alegado que o universo é pura matemática. Sir James Jeans (1877-1946), um renomado matemático e cientista inglês, escreveu o seguinte: "O universo parece ter sido desenhado por um puro matemático... Se o universo é um universo de pensamento, então a sua criação deve ter sido um ato de pensamento. A teoria científica moderna leva-nos a pensar no criador como trabalhando fora do tempo e espaço, que são parte da sua criação, assim como um artista [pinta] fora da sua tela".

Jeans está entre muitos grandes pensadores que foram levados a reconhecer o Criador pela observação do belo desenho e da ordem precisa do universo. A sua linguagem pode não ser aquilo que usaríamos para descrever Deus, mas as suas palavras exemplificam a verdade de Romanos 1:19-20, e o inspirado autor diz que a criação deixa o homem sem desculpas.

Deus, o criador e sustentador de tudo. Ele é superior a qualquer lei, Ele próprio cria as leis. E todas essas leis, como as morais e espirituais, são para o benefício de todos. Um mundo que não obedecesse a nenhuma lei seria um lugar perigoso, tal como uma sociedade sem leis.

As Leis Fundamentais

Quatro leis fundamentais governam o mundo natural. É de salientar que os seus descobridores reconheceram que estavam estudando os maravilhosos trabalhos de Deus.

  1. A lei da gravitação – A melhor aplicação conhecida dessa lei universal é a lei da gravidade que controla todos os movimentos na Terra. Sir Isaac Newton (1642-1727), quando descobriu a lei da gravidade, viu "o conselho e domínio de um Ser inteligente... que é Senhor de tudo". As leis do movimento planetário relacionadas explicam e descrevem como e por que a Terra e os outros planetas movem à volta do Sol em órbitas elípticas. Quando Johannes Kepler (1571-1630) as descobriu, ele orou: "Oh Deus, eu o agradeço que me tenhas permitido pensar os teus pensamentos depois de ti!".

  2. As leis da eletrostática – Cargas opostas atraem-se, e cargas iguais se repelem, com uma força que rapidamente diminui quanto mais distantes as partes estão. Essas leis, junto com leis relacionadas do eletromagnetismo, governam cada aparelho elétrico que você possa pensar, natural ou feito pelo homem. Michael Faraday (1791-1867), um dos grandes pioneiros no seu campo, foi um pregador do Evangelho e honrou a Deus no seu trabalho.

  3. As leis da termodinâmica – Essas leis foram deduzidas no século XIX a partir de estudos sobre calor (termo-) e movimento ou trabalho (dinâmica). Elas governam todos os processos, mudanças e reações, sejam químicas ou físicas, naturais ou tecnológicas. A primeira dessas leis é a “conservação da energia” - a energia não pode ser criada ou destruída. Então esse imenso poder ou energia no universo foi obrigatoriamente providenciado fora de si mesmo - como a Bíblia diz que foi. A segunda lei governa a produção de trabalho útil e mostra que, quando o trabalho é produzido, alguma energia tem que ser desperdiçada (por exemplo, para refrigerar um mecanismo). Essas leis foram formalizadas pelo Lord Kelvin (William Thomson, 1824-1907). Ele disse: "A ciência positivamente afirma o poder criativo".

  4. As leis da vida – A mais básica dessas é a lei da biogênese, formulada por Louis Pasteur (1822-1895). Ela declara que vida pode apenas vir de uma vida prévia. A vida nunca vem de matéria morta - no entanto, um dos argumentos-chave da evolução é de que isso aconteceu! Essa lei diz que isso não aconteceria! Apenas Deus pode dar início à vida. O trabalho de Pasteur levou à cirurgia antisséptica, pasteurização, imunização e vacinação, que salvaram inúmeras vidas. Ele disse, "Quanto mais estudo a natureza, mas fico admirado com o trabalho do Criador".

Lei e Ordem

Em todo o campo da ciência e da tecnologia, em cada aplicação, desde a microbiologia até a astronomia, da oceanografia à vulcanologia, da ciência da computação à agronomia, e dezenas mais, são a lei e a ordem que prevalecem. Se não fosse assim, as matérias seriam impossíveis de se estudar, e os seus benefícios indisponíveis.

Esta lei e esta ordem são um presente de Deus à Sua criação, como também é o intelecto do homem que pode descobrir e aplicar essas leis. Infelizmente, muitas dessas descobertas e aplicações foram abusadas e não empregadas para o benefício humano. Pense nos explosivos - para escavar túneis, extrair minerais, ou fazer bombas e minas terrestres. Pense nos usos e abusos da impressão, da Internet e aí por diante. O conhecimento extra e habilidades agora disponíveis realçaram o dilema humano básico - como decidir entre o bem e o mal, que destino dar aos recursos, como fazer a escolha correta. A ciência não consegue oferecer orientação para isso.

Mas, para todo aquele disposto a procurar, a orientação está disponível. É encontrada na lei moral e espiritual de Deus: "A lei do Senhor é perfeita e restaura a alma" (Salmos 19:7). "Firma os meus passos na tua palavra, e não me domine iniquidade alguma" (Salmos 119:133).

Essas quatro leis fundamentais da natureza descritas acima englobam muitas outras leis ou muitos outros princípios que são usados em campos especializados da ciência e da tecnologia, para "decifrar" os detalhes e as aplicações. Algo similar é visto na lei espiritual de Deus. O Senhor Jesus disse que a mensagem da lei e dos profetas estava contida em dois mandamentos fundamentais: amar ao Senhor com todo o coração, alma e mente; e amar ao seu próximo como a si mesmo (Mateus 22:36-40). "O cumprimento da lei é o amor", é como Romanos 13:10 declara. Muitos mandamentos da Sagrada Escritura "decifram" os detalhes e dão exemplos particulares para aplicar no dia a dia, mas a lei fundamental é a lei do amor. Esse é o primeiro e o maior mandamento.

Esta "perfeita lei do Senhor" (Salmos 19:7), revelada na Sua Palavra, mostra-nos como glorificá-Lo e ser útil ao próximo. Essas leis naturais, as quais consideramos, "a palavra do seu poder" (Hebreus 1:3), também fazem isso. Elas existem para o bem de todos, embora talvez passem despercebidas por muitos. Elas também apontam, sem nenhuma confusão possível, para Deus, o Seu autor, contando a glória da Sua sabedoria.

autor: Bert Cargill.