Boletim dos Obreiros
Domingo, 30 Dezembro 2018 09:23

Walter Gonçalves Ferreira Filho

... Queridos irmãos, irmãs e amigo(as)! Espero que tenham passado um bom Natal na companhia de familiares, amigos e irmãos em Cristo e que 2019 que se aproxima seja um ano de muitas expectativas, realizações e abençoado na presença e dependência de Deus. Como estamos no final de 2018, muitas coisas aconteceram e é quase impossível relacionar todas as coisas. Nos primeiros 7 meses eu estava muito ocupado com as atividades do nosso ministério, mas também com várias viagens na Itália, Bélgica, França, Suíça, Hungria, Ucrânia, Albânia, Montenegro e Áustria seja visitando igrejas, organizações ou amigos. Além disso, recebemos muitos convidados, equipes e grupos por um curto e médio prazo aqui na Bósnia. Mas no início de setembro, ao voltar de uma viagem pela Europa, sofri um acidente de carro, que somente pela graça de Deus e pelas intercessões de milhares de irmãos e irmãs espalhados por este mundo afora é que não morri. Segundo os médicos eu sou um milagre da medicina, pois com mais de 18 diagnósticos não havia possibilidade de sair vivo. Tudo isto mudou completamente a minha vida e ministério. Na semana passada, recebi a visita de um missionário suíço acompanhado por uma freira católica carismática e um líder católico da região. Eles vieram nos visitar e orar a Deus por minha vida. No final, a freira e o líder católico ajoelharam-se e pediram que eu orasse a Deus por eles como o sacerdote do Deus Supremo. Eles mostraram muita humildade e reconhecimento da autoridade de Deus sobre nossas vidas. Desde o dia 8/12 estou em casa aproveitando a presença dos Drs. Alberto e Camila que estão aqui para me ajudar com o tratamento fisioterapêutico durante as férias. Tivemos muita neve na semana anterior e eu fiquei em casa não podendo participar das reuniões da igreja. Sempre agradeço a Deus que até agora não tive quase nenhuma reação negativa às várias cirurgias. Vou continuar as fisioterapias a partir de janeiro novamente em uma clínica particular. Esses tratamentos visam apenas fortalecer meus músculos e me movimentar em uma cadeira de rodas. Os médicos repetidamente me disseram que não há cura para as minhas pernas porque todos os músculos que conectavam as pernas estavam cortados e não conseguiam religá-los. Para andar de novo, será somente através do milagre de Deus. Obrigado do fundo do meu coração para você que tem orado por um milagre, tudo é possível para quem acredita. “Para os homens é impossível, mas não para Deus, porque para Deus todas as coisas são possíveis” (Mc. 10:27). Muitos sonharam e tiveram visões do que eu vou andar. Tudo está nas mãos de Deus. Em uma cadeira de rodas ou andando, quero continuar o trabalho que Deus colocou em minhas mãos para fazer. O mais difícil e ter que me acostumar a ser dependente de ajuda para trocar minhas fraldas, tomar banho, mudar minha posição na cama, me carregar, finalmente 90% eu sou dependente de alguém. Agradeço a Deus por minha irmã, Amel e os jovens do vale. Tenho muito a agradecer a todos vocês e suas igrejas que contribuíram generosamente para o meu tratamento e ministério, bem como pelas ORAÇÕES e intercessões. Infelizmente, não posso responder a todos que me escrevem. Adaptar-me a essa nova realidade está sendo muito difícil e doloroso. Pois eu estava sempre em movimento e fazendo alguma coisa. Deus abençoe cada um de vocês com muitas bênçãos na proporção que você nos abençoou. O irmão Eliel Sola está aqui também com a família passando um tempo conosco para sondar o campo missionário e depois vão também para a Bélgica. OREM por eles, pela orientação e decisão de Deus na vida desta família. “Porque sei que disto me resultará salvação, pela vossa oração e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo, segundo a minha intensa expectação e esperança, de que em nada serei confundido; antes, com toda a confiança, Cristo será, tanto agora como sempre, engrandecido no meu corpo, seja pela vida, seja pela morte. Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho. Mas, se o viver na carne me der fruto da minha obra, não sei, então, o que deva escolher. Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor” (Fp. 1:19-23). Telefones para contatos: Eraldo Melo: (55) (27) 99231-5333, Marcos Lengruber: (55) (21) 98884-5895; e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ... (29/12/2018).

Informações adicionais

Itens relacionados (por tag)