Boletim dos Obreiros
Domingo, 02 Dezembro 2018 00:00

Geraldo Gonçalves, Sintra, Portugal

Oh! Provai e vede que o Senhor é bom” (Sl. 34:8). Amados irmãos e irmãs em Cristo, até aqui nos ajudou o Senhor! Somos imensamente gratos ao nosso bondoso Deus que, dia após dia, tem cuidado de nós e suprindo em tudo as nossas necessidades. Agradecemos àqueles que bondosamente têm lembrado de ORAR por nós e pelo nosso ministério em Portugal. Continuamos servindo ao Senhor: na União Bíblica; na igreja local onde estamos membros, atendendo alguns convites das igrejas da Grande Lisboa; trabalhando com o “Grupo Familiar” onde temos visto a boa mão do Senhor abençoando com o crescimento espiritual dos crentes e vidas sendo salvas ao ouvir o Evangelho genuíno do Senhor Jesus; na coordenação do seminário Alvo Equipando para a Vida e Ministério, e, no momento, tenho iniciando também mais um ministério na área da capelania, como capelão evangélico, os quais são poucos em Portugal, pois cá sempre foi reconhecido a capelania católica. Entretanto, o MEP - Militares Evangélicos de Portugal, onde estou também membro associado, vem orando e trabalhando exaustivamente para conquistar também o nosso espaço visando a evangelização dos reclusos e dos pacientes. Recentemente fomos agraciados com uma sala para a capelania evangélica dentro do HFAR - Hospital das Forças Armadas, o que até então a nosso ver era impossível. Continuamos a contar com as vossas ORAÇÕES, pois são muitos os desafios e serviços cá também em prol do Reino de Deus. Peço também as vossas ORAÇÕES pelos meus pais, pois meu pai Joaquim Gonçalves, já com 86 anos, está aguardando a qualquer momento ser chamado pelo Hospital de Barra de São Francisco-ES, para passar por um processo cirúrgico na vesícula para retirada de pedras que tanto o tem incomodado. Amados, mais um ano está a findar-se e aproveito para desejar as continuadas bênçãos do nosso Deus em vossas vidas, familiares e ministério e, se o Senhor nos permitir alcançar mais um novo ano, que possamos continuar firmes e abundantes em Sua obra. Um forte abraço em Cristo!... (29/11/2018).