Boletim dos Obreiros
Domingo, 07 Abril 2019 11:26

António Calaim, Portugal

Ponta Delgada Ponta Delgada

... Cumprimentos! Aqui fica o desafio: "Meus amados irmãos, na última assembleia geral da CIIP, o irmão Pedro Lopes deu-nos a conhecer a situação delicada da igreja em Ponta Delgada nos Açores. Devido à saída do irmão Melo por motivos de saúde e avançada idade, para o Canadá, a igreja ficou sem qualquer liderança e em perigo de mudar de mãos ou de fechar as portas. Abaixo a carta de Jorge de Melo, filho do irmão Melo, que ficou a liderar a igreja a pedido dos irmãos (apesar de estar a viver e pastorear uma igreja no Canadá) expondo essa mesma necessidade e a solicitação de ajuda para, pelo menos, durante um período mínimo de dois anos, algum casal poder estar em Ponta Delgada trabalhando na obra do Senhor a tempo inteiro. A razão deste e-mail para além de obviamente orarmos e buscarmos a vontade de Deus para esta situação é de sabermos se existe algum casal que sinta a direção do Senhor para abraçar este trabalho. Existindo o casal também precisamos saber quais as igrejas estão dispostas a apoiar financeiramente e qual o valor. Existe a hipótese do DM apoiar com uma pequena quantia, mas só será decidido quando existir novo coordenador, o que acontecerá em breve. Caso as igrejas do nosso contexto consigam e queiram apoiar com algum valor (mesmo que pequeno) creio que vamos conseguir ter um casal nos Açores, continuando a obra de Deus nestas Ilhas Portuguesas. Acreditando que o Senhor vai levantar alguém para ir servi-Lo em Ponta Delgada, aguardo também, mesmo por e-mail a resposta das igrejas ao desafio de contribuírem especificamente para o sustento deste casal. Caso saibam de alguém com disponibilidade (chamada do Senhor) para ir para os Açores, contatem a direção da CIIP Nacional. "E dizia-lhes: Na verdade, a seara é grande, mas os trabalhadores são poucos, rogai pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara" (Lc.10:2). Pela direção da CIIP, o Presidente, João Paulo Xavier”.

Nota: Aperte o quadrinho acima para ler.