• Português

A taça é nossa

1Coríntios 9:24-27

"Corram de tal modo que alcancem o prêmio" (2Co.9:24b - NVI)

"A taça é nossa!" A frase está na boca de muitas pessoas em várias nações do mundo, como manifestação do mais ardente anseio do seu patriotismo. Sem dúvida, ninguém quer perder a taça. A verdade, porém, é que, como disse Paulo, "de todos os que correm no estádio, apenas um ganha o prêmio". Mas tal assertiva paulina tem, apenas, a ver com as coisas temporais, isto é com os que correm no estádio.

Na competição os atletas se empregam ao máximo, procurando superar-se no confronto de uns contra os outros para, afinal, apenas uma bandeira se levantar no mastro vencedor! Na prática esportiva por excelência, a disputa do futebol mundial, que empolga tanto, envolvendo todos os setores de atividade humana, a característica é o confronto dos homens na tentativa estóica e implacável da derrota do competidor adversário.

Na carreira cristã outras são as implicações. Vejamo-las:

  1. Não temos de lutar com competidores humanos como adversários, confrontando-nos com eles e procurando sobrepujá-los a qualquer custo. Temos que lutar e vencer: a) a nossa própria natureza carnal (Rm.8:7-9), b) as forças do mal (Ef.6:12) e c) o sistema pecaminoso do mundo (1Jo.2:15-17). Tais situações opositoras devem ser vencidas para a conquista da taça: "mas esmurro meu corpo, e faço dele escravo para que ... eu mesmo não venha a ser reprovado" - v. 27 (cf. 2Tm.4:7).
  2. Ao contrário dos lauréis humanos, aspirados e disputados com extraordinário empenho e sacrifício pessoal, alguns de grande valor material, a taça que o Senhor nos oferece é de valor incomparável e incorruptível: "mas nós o fazemos para ganhar uma coroa que dura para sempre" - v. 25. 
  3. Não há uma única taça à disposição de um único vencedor, mas há taças para todos os vencedores. O prazer do Senhor é premiar a todos os que Lhe pertencem! Em 2Tm.4:6, Paulo afirma: "agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas, também, a todos os que amam a sua vinda".
  4. Há que haver "fidelidade", isto é, o cumprimento fiel das regras do Senhor (a Sua Palavra), a única maneira de se adquirir capacidade espiritual para se alcançar o sucesso da vitória. Para ilustrar esse importante aspecto do comportamento vitorioso na vida cristã, Paulo refere-se a essa condição essencial da atuação esportiva vencedora, quando diz: "nenhum atleta é coroado como vencedor, se não competir de acordo com as regras" – 2Tm.2:5. Uma viva ilustração desse fato está na convocação que o Senhor fez a Josué, para levar o Seu povo à conquista da terra prometida, em Josué 1:7-8: "Tenha o cuidado de obedecer a toda a lei... não se desvie dela, nem para a direita nem para a esquerda, para que você seja bem sucedido". João afirma, em Apocalipse 2:10: "Seja fiel até a morte e eu lhe darei a coroa da vida". 
  5. Há que haver "santificação". Deus sempre exige "santidade" dos que são Seus e O servem (Lv.11:44; 1Pd.1:15). Isso implica, necessariamente, em desprendimento das coisas mundanas. A expressão "santificação" significa "separação". Ilustrando essa condição essencial do sucesso, em 2Tm.2:4, com a figura do "soldado", Paulo afirmou: "nenhum soldado se deixa envolver pelos negócios da vida civil, já que deseja agradar aquele que o alistou".
  6. Há que haver "submissão" completa à Soberana vontade do Senhor. Escreve João, em 1Jo.2:17: "...aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre". Paulo exorta, com veemência, que devemos oferecer "o nosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus para experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade do Senhor "(Rm.12:1-2). 
  7. Há que haver "fortalecimento no Senhor e no Seu forte poder". Esse fortalecimento só será alcançado se nos dispusermos a vestir toda armadura de Deus. Então, ficaremos firmes e seremos vitoriosos (Ef.6:11-15).

Tenhamos a perspectiva correta da carreira cristã e nos apliquemos no cumprimento das prerrogativas biblicamente válidas, para alcançarmos, gloriosamente, a taça que está à nossa disposição. A TAÇA É NOSSA! Já está garantida aos vencedores! Vamos recebê-la! "Somos mais que vencedores, por meio dAquele que nos amou" (Rm.8:37). Deus, em Cristo, sempre nos conduz em triunfo! (2Co.2:14).

autor: Jayro Gonçalves.