• Português

E a viagem continua … !

"Estamos partindo para o lugar a respeito do qual o Senhor disse:
'Eu o darei a vocês'"

(Números 10:29-NVI)

Novo ano se apresenta perante nós. Novos desafios, perspectivas alvissareiras ou sombrios horizontes. Janeiro mexe muito conosco! Conduz-nos a reflexões profundas sobre os passos a dar na nova etapa que o novo ano nos oferece, para continuarmos a viagem que devemos empreender no curso de nossa vida.

Quantas etapas já ultrapassamos? Não importam quantas! Se fracassos houve já ficaram para trás. As conquistas obtidas já foram contabilizadas. O que importa, agora, é o futuro. Na estação em que nos quedamos, para o início da nova etapa, há sérias decisões a serem adotadas. Temos que evitar erros, para não experimentarmos novas frustrações.

Para onde vamos? Como nos conduzir? Qual atitude devemos adotar? Qual caminho devemos seguir? São perguntas que precisam, a priori, ter respostas claras e inequívocas, para que a viagem continue no rumo que conduza, com segurança, ao alcance do alvo da conquista adequada.

Ajuda substancial para encontrarmos as respostas oportunas estão no texto em Números 10:29: "Estamos de viagem para o lugar de que o Senhor disse: Dar-vos-ei; vem conosco e te faremos bem, porque o Senhor prometeu boas coisas a Israel" (RA).

O velho guerreiro Moisés, cônscio da sua responsabilidade de líder do povo de Israel, para conduzi-lo desde a opressiva escravidão do Egito até à terra prometida, teve inúmeras e difíceis etapas a ultrapassar.

Muitas vezes pareceu-lhe quase impossível prosseguir a viagem! Óbices sem conta apareceram, muitos provocados pelo próprio povo que conduzia, incrédulo e indiferente às propostas sérias que Deus oferecia.

Quantas vezes obstaculizamos a viagem com a nossa incredulidade e falta de confiança nos rumos que o Senhor indica! Etapa por etapa, foi Moisés progredindo no curso da longa viagem, mas a cada passo tinha que parar para pensar e decidir!

A cada novo ano uma nova oportunidade se nos oferece para refletirmos e decidirmos sobre como continuarmos bem a viagem inevitável! O contexto do versículo em epígrafe mostra-nos Moisés no início de mais uma importante etapa da sua histórica viagem.

A proposta que faz ao seu cunhado (Hobabe) nos oferece subsídios valiosos. Constitui-se em forte e indispensável suprimento à nossa reflexão neste novo janeiro. Vejamos:

  1. A CONVICÇÃO DA VIAGEM: "Estamos de viagem" - Este é o momento para firmamos a nossa convicção de que estamos em viagem. Não podemos ignorar esse fato. Isso nos compromete quanto às medidas adequadas que devemos adotar. Não surgimos por acaso e não podemos viver sem rumo, à toa. Aqui estamos porque o Senhor assim o quis. Ele tem um rumo para cada vida e um alvo certo para ser alcançado. Não podemos viver submetidos aos impulsos da nossa própria vontade, ao arrepio do inevitável comprometimento com o propósito de Deus. Não podemos nos furtar à convicção de que há uma viagem a seguir na estrada da vida.
  2. A CONVICÇÃO DO LUGAR QUE O SENHOR TEM PARA NÓS: "para o lugar que o Senhor disse: Dar-vo-lo-ei" - Não vamos no rumo de uma proposta humana. O Todo-Poderoso é quem nos prepara o lugar para o qual nos dirigimos. Disse o Senhor Jesus: "Na casa de meu Pai há muitas moradas... vou preparar-vos lugar" (Jo.14:2). Essa expressão, "casa de meu Pai", tem o sentido de "habitação" com caráter de permanência. A cada novo ano mais nos aproximamos desse lugar. É uma viagem altamente compensadora, pois podemos ter a certeza do destino provisionado por Deus para cada um de nós.
  3. A CONVICÇÃO DE QUE O SENHOR É O CAMINHO PARA A VIAGEM: "vem conosco, e te faremos bem" - Foi Moisés quem disse isso ao seu cunhado quando lhe propôs seguir na viagem que o levaria à bênção. Moisés é uma linda figura de Cristo. Ele nos liberta e quer ir conosco. Oferece-se para ser "o caminho a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim" (Jo.14:6). Por várias vezes Paulo, em Atos, chamou Jesus Cristo de "O Caminho". Disse mais o Senhor: "Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas, pelo contrário terá a luz da vida" (Jo.8:12). Sendo Ele o Caminho, a segurança da viagem é total.
  4. A CONVICÇÃO DE QUE O SENHOR NOS VAI CONCEDER O MELHOR: "porque o Senhor prometeu boas cousas” - O Senhor tem maravilhosas promessas de bênçãos futuras para os que seguem a viagem com Ele, para o lugar que preparou e o usufruto das bênçãos que nos reservou! O Senhor cumpre tudo o que promete (Js.21:45). "Estaremos para sempre com o Senhor" (1Ts.4:17). Fiquemos firmes nas promessas do Senhor!

No albor do novo ano, continuemos a viagem com as convicções do destino, da direção e das bênçãos do Senhor para as nossas vidas, porque Ele promete boas coisas para os que O seguem fielmente.

autor: Jayro Gonçalves.