• Português

Prosseguindo para o alvo

"...esquecendo-se das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus"

(Fp 3:13-14)

ANO NOVO! Mal começou um e o outro já chegou! Ficamos, então, a refletir sobre os alvos que não alcançamos.

No meio das múltiplas manifestações de felicidade, que se trocam, das maneiras mais diversas, na sua grande maioria meramente formais e até interesseiras, ficamos a refletir sobre tantos projetos que ficaram a meio caminho, deixando-nos frustrados e angustiados. Parece que tudo foi tão bem programado, mas, afinal, os alvos não foram alcançados!

Enfadonha e frustrante rotina essa, a dos anos que se sucedem, melancólicos e ineficazes, no curso da vida que se esvai celeremente! Há algo que se possa fazer para mudar esse quadro? No texto acima mencionado, Paulo nos dá boa e adequada orientação:

ESQUECER (“esquecendo-me das coisas que para trás ficam"). Isso significa "apagar tudo". Sem dúvida aconteceram, no curso do ano findo, coisas boas, que nos entusiasmaram. Mas não devemos ficar a festejar o bom passado, sem perceber as exigências do presente e os desafios do futuro. O tempo não pára. Festejos inúteis nos distraem e nos tiram do momento certo de cada atitude correta. Mas, com certeza, ocorreram também, muitos fracassos, erros e resultados maus. Não devemos ficar a lamentá-los eternamente. O novo ano é a oportunidade certa para esquecê-los todos. Fazer de todo esse monturo de inutilidades um pacote que, lançado para longe, fique esquecido para sempre. Graças a Deus que essa é a maneira como Deus age em relação aos nossos pecados e aí está a eficácia da Sua maravilhosa Graça: “para com as suas iniqüidades, usarei de misericórdia e dos seus pecados jamais me lembrarei” (Hb 8:12). Como dizia minha saudosa mãe "águas passadas não movem moinhos". Não poderemos prosseguir para o Alvo sem essa imperiosa atitude. Comecemos o novo ano ESQUECENDO o passado!

AVANÇAR ("avançando para as que diante de mim estão"). Quem fica parado não chega a lugar algum: “quem somente observa o vento nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará” (Ec 11:4). É claro que temos que ter um alvo definido. Não podemos correr sem rumo, sem objetivo certo. Sem a convicção do que Deus quer de nós, não poderemos seguir em frente na certeza de que prosseguimos "para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus". Sem essa convicção estaremos correndo em vão (1Co 9:24-27). Somente Deus pode definir os alvos que devemos alcançar. Note que Paulo afirma que a SOBERANA VOCAÇÃO é de Deus. Quando buscamos estabelecer os alvos que desejamos alcançar, ao nosso exclusivo talante, alienando o Senhor dessa definição, tornamos o nosso avanço inútil, pois nos afastaremos, completamente, do plano de Deus para a nossa vida. Será mais uma desastrosa experiência de tempo perdido. Precioso tempo que jamais será recuperado! Agindo assim, nos propomos a mais um ano de fracasso, decepção e inutilidade. O escritor de Hebreus, com muita propriedade, nos exorta: "corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta, OLHANDO FIRMEMENTE PARA O AUTOR E CONSUMADOR DA FÉ” (Hb 12:1-2). Se quisermos AVANÇAR sem erros e falhas, no rumo certo, não deixemos de olhar firmemente para o Senhor! Só assim prosseguiremos para o alvo. Comecemos o novo ano AVANÇANDO para o alvo certo, o Senhor.

ALCANÇAR ("prossigo ... para o prêmio"). Só nos damos por satisfeitos quando alcançamos o que pretendemos. Cada ano que se inicia na nossa vida passageira é uma nova oportunidade para alcançarmos algo que vale a pena. Nada é melhor do que alcançarmos o "prêmio da soberana vocação de Deus, em Cristo Jesus". Neste novo ano podemos ter a certeza de que o prêmio do Senhor está garantido. Alcançá-lo não depende dEle, mas de nós, da maneira como vamos agir. Em Hb 12:1 somos exortados a nos "desembaraçar de todo o peso e pecado que tenazmente nos assedia e a correr com perseverança". Veja Ap 2:10. Só os que perseveram e perseguem os alvos certos, com consagração efetiva, alcançam o prêmio! Essa é a parte que nos compete. Façamo-la com aplicação e fidelidade total e, então, inevitavelmente, alcançaremos o prêmio. E, assim, o novo ano não será mais uma decepção! O sábio nos ensina: "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás" (Ec 11:1). Comecemos o novo ano com a convicção do prêmio e dispostos a agir de modo a ALCANÇÁ-LO.

PROSSIGAMOS PARA O ALVO!

autor: Jayro Gonçalves.