• Português

Visão Transformadora

"Então os olhos deles foram abertos e o reconheceram"  

Lucas 24:31

Na velocidade incrível do tempo chegamos a mais um abril. Neste mês, não há como se fugir do extraordinário impacto que a recordação da paixão e da ressurreição de Cristo nos causa. Os fatos são assuntos inevitáveis nos meios de comunicação de todo o mundo. Agora mesmo as massas humanas se empolgam e as controvérsias se avolumam com a milionária produção cinematográfica sobre o acontecimento.

Não cabe aqui analisar a produção quanto ao seu valor artístico, o seu conteúdo, fidelidade histórica e conveniência social ou racial. Que, pelo menos, se aproveite a oportunidade para conduzir as pessoas à reflexão necessária do "significado" dos fatos, biblicamente registrados, com vistas à imperiosa necessidade espiritual do homem, a Redenção, viabilizada, exclusivamente, pela fidelidade de Cristo, no cumprimento do eterno projeto de Seu Pai Celestial, sendo Ele o eficaz protagonista dos acontecimentos.

Multidões afluem às casas de espetáculos, conferências e entrevistas televisadas acontecem, acirradas e longas polêmicas e articulações se exibem nas revistas e nos jornais mais lidos do universo, focando o assunto de forma emotiva.

Riqueza imensa vai para os bolsos dos espertos e habilidosos exploradores da curiosidade popular. E, assim, os solenes fatos programados por Deus para a benção espiritual do homem, perdido na devassidão da sua pecaminosidade, tornam-se instrumentos, de um lado, da satisfação do apetite ganancioso dos interesses escusos do homem, e, de outro, da satisfação do emocional humano e do estímulo a uma forte experiência de adrenalina. É lamentável!

Mas, afinal, será que tudo isso reflete o correto comportamento humano diante dos dantescos fatos que envolvem a paixão e a ressurreição de Cristo? Creio que não! Na verdade o que há é uma equivocada contemplação pessoal e humana dos fatos em si, sem a necessária percepção do seu real "significado".

Mas isso já aconteceu quando os fatos ocorreram! Muitos foram os ângulos abordados nos comentários que se sucederam à época e as atitudes diversas assumidas pelos próximos e distantes do Senhor Jesus. Entretanto, faltou a todos a correta percepção do "significado" dos fatos e a compreensão correta da razão do que ocorrera. Faltava-lhes, então, a visão transformadora, que não contempla, apenas, os fatos, mas que vem da percepção e compreensão do verdadeiro "significado" dos mesmos. E estas só se conseguem pela fé na Palavra!

Veja a experiência dos dois discípulos de Emaús que viram tudo e voltavam para a sua aldeia (Lc.24:13-33).

  • Sabiam tudo sobre Cristo (v. 19) - O depoimento que fazem sobre Cristo denota um amplo conhecimento da Sua Pessoa, somente possível por uma convivência estreita e interesse especial. É impressionante o testemunho que dEle dão: "Ele era um profeta, poderoso em palavras e em obras diante de Deus e de todo o povo". Não basta o conhecimento intelectual sobre a pessoa de Cristo.
  • Contemplaram os fatos que envolveram Cristo na Sua paixão e morte (v. 20) - A visão que tiveram dos fatos fora direta e pessoal e não através de informação. Mas não avançaram na sua compreensão.
  • Foram emocionalmente e fortemente afetados (v. 17) - Afirma o texto que eles estavam "com os rostos entristecidos". A mera afetação emocional não significa uma experiência de real conversão ao Senhor. A tristeza que demonstravam, era, na verdade, a prova de que lhes faltava um correto entendimento do significado dos fatos que tanto os incomodara.
  • Contemplaram tudo mas nada viam (v.16) - Diz o texto: "mas os olhos deles foram impedidos de reconhecê-lo". É incrível! Mas sem a compreensão do significado dos fatos, a visão se fecha totalmente à maravilhosa presença do Cristo ressuscitado! Faltava-lhes ver o Cristo gloriosamente ressuscitado, ao lado deles, indo com eles.

Impunha-se-lhes, pois, uma “Visão Transformadora”! Como essa “Visão Transformadora” aconteceu? Com a ampla exposição das Escrituras (vv. 25-27), a respeito dos acontecimentos. O Senhor os levou a "crer em tudo o que os profetas falaram!" Esse era o testemunho deles quando já tinham os olhos abertos (v. 32).

Concluo: Somente a nossa Fé na Palavra do Senhor nos trará a “Visão Transformadora”, que nos fará alegres e seguros na presença do Cristo Ressuscitado. Não basta o impacto emocionante dos fatos exibidos ao público com os recursos extraordinários da indústria da comunicação.

Não se alcança “Visão Transformadora” pela contemplação do espetáculo, mas pelo PODER da Palavra crida!

autor: Jayro Gonçalves.